Economia

Como controlar os seus gastos

Como controlar os seus gastos
Como controlar os gastos é uma dúvida comum a muitos brasileiros. Ter domínio sobre o dinheiro gasto pode causar transformações muito positivas na sua vida. Você pode achar complicado, mas acredite; não é. O segredo para aprender a lidar com as suas fianças é a prática. Vem que a gente te ajuda a entender um pouco mais.

Conseguir controlar os gastos é um grande desafio. Principalmente, porque muitas vezes nós nem ao menos nos damos conta de para onde vai o dinheiro gasto. Pare para pensar no assunto por 1 minuto. Você seria capaz de saber como foi gastos cada real que recebeu nos últimos 30 dias? Não, não é?


Por isso trouxemos aqui algumas dicas básicas para que você em algum tempo consiga controlar seus gastos do dia a dia com mais facilidade. Afinal, esse é o primeiro passo para que você possa planejar e realizar seu sonhos financeiros, seja ter nome limpo na praça, comprar um veículo ou tirar férias com os filhos.

São algumas dicas simples, mas importantes. Cada uma delas conta muito no seu processo. Vamos lá?

Anote cada um dos seus gastos

Não poderíamos começar a lista de 5 dicas de como controlar os gastos com outro tópico. Anotar todos os seus gastos, cada um deles, é essencial para você conseguir ter controle sobre seu orçamento. Faça desse gesto um hábito, logo você dificilmente se esquecerá de anotar seus gatos.

O processo é simples, tome nota do pagamento independente do valor, do salgado na lanchonete ao fogão novo, passando por coisas do dia a dia como a passagem do ônibus.

Saiba como tomar nota dos seus gastos

Você já sabe que anotar os gastos do dia a dia é a melhor maneira de identificar para onde está indo o seu dinheiro. Mas para funcionar é preciso fazer da maneira correta. Sabemos que esse processo pode ser chato, porém há uma maneira de simplificar: tenha uma planilha financeira!

Uma planilha financeira pode ser decisiva para o sucesso do controle dos seus gastos pessoais. Você pode criar uma da sua forma, em programas como Excel ou Google Sheets, ou baixar arquivos prontos da internet.

Ela pode ser criada do zero em um programa como Excel ou Google Sheets, ou ser baixada diretamente da internet. Fazer sua própria planilha garantirá que ela será personalizada para a sua finança. No entanto, fazer download de um modelo pronto é prático e rápido, além de não exigir domínio de ferramentas

Leia também: Diarista pode ser MEI?

Gerenciadores financeiros

Estas ferramentas podem transformar sua rotina. Elas são excelentes para fazer o controle das suas finanças pessoais. Os gerenciadores financeiros dispensam a necessidade de anotar cada um dos gastos em uma folha de papel para depois ter que transferi-los à planilha.

Geralmente, os gerenciadores financeiros podem ser acessados de qualquer lugar, alguns até oferecem versões até mesmo para usar no celular.

Veja Também  Pix: o que é, como se cadastrar e como funciona?

Organize seus gastos em categorias

Encontrar um tempo para estudar e organizar suas despesas é muito importante para controlar seus gastos. Essa dica é muito simples, separe todo dinheiro que sai em categorias. Aqui o objetivo é identificar para onde o seu dinheiro está indo.

Exemplos de categorias:

  • Alimentação;
  • Lazer;
  • Transporte;
  • Saúde;
  • Educação;
  • Imprevistos.

Obs.: Os gerenciadores financeiros costumam disponibilizar essa função.

Limpe seu nome e evite novas dívidas

Sabemos o quanto pode ser difícil, mas quitar as dívidas deve ser sempre prioridade, após as despesas básicas. Isso porque só assim é possível ter uma vida financeira equilibrada e conseguir poupar dinheiro.

Por isso, liste tudo o que você deve e para quem deve, seja banco, cartão de crédito, amigos ou afins. Pode ser incomodo encarar os fatos, mas você precisa avaliar o valor atual da dívida, inclusive os juros que você está pagando.

Uma boa dica aqui é sempre priorizar as dívidas mais caras – como cheque especial e cartão de crédito – pois têm juros mais altos.

Quer outra dica preciosa?  Atente-se ao parcelamento. Ele não deve consumir mais de 30% da sua renda líquida mensal.

Dê adeus às compras por impulso

Quer saber qual é a maior inimiga do seu controle de gastos? Ela mesma, a compra por impulso.  Fuja desta armadilha planejando suas compras. Precisa de um tênis novo? Avalie por 30 dias se ele realmente é necessário. Caso conclua que sim, pesquise bastante os preços e, se possível, escolha pagar à vista

Planeje, planeje, planeje

Não existe controle financeiro sem planejamento. Comece esboçando planos de gastos para o próximo mês. Determine seu orçamento para cada categoria, priorizando as de despesas fixas essenciais, como aluguel, transporte, alimentação e contas de energia e água, seguidas pelas relacionados ao estilo de vida, como cuidados pessoas, lazer e restaurantes,

Caso queira fazer algo grande, como uma viagem, defina alguns pontos:

  • O período no qual gostaria de ir
  • Qual é o custo total do passeio
  • Quanto você deve poupar mensalmente para realizar este objetivo.

Sempre tomando cuidado para se manter na meta definida.

A aprender a como controlar seus gastos é uma questão de praticar e para aprender a investir melhor é crucial. Não perca mais tempo, você já deu um passo muito importante.

Quer condições de trabalho dignas da profissional que você é? Seja uma Helper!

Clique aqui e cadastre-se como nossa parceira.

★ Deixe seu like:

Classificação 5 / 5. Votos: 1

Newsletter

Contrate uma Helper

UmHelp - Diaristas

Publicidade